Operação da Polícia Civil nesta quinta-feira em Anápolis, prende suspeitos de falsificação de placas de veículos

Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira (19) 14 pessoas suspeitas de roubar carros, adulterar placas e falsificar documentos, em Goiás. Com o grupo foram encontrados placas, material para fazer as fraudes e carros roubados, grande parte das prisões ocorreu em Anápolis. As investigações duraram 10 meses, segundo o Delegado Fábio Meireles, era uma Organização Criminosa que atuava na clonagem de veículos, entre os integrantes existiam o falsário, os adulteradores, aqueles que fabricavam as placa, os que receptavam os veículos e até os que encomendavam os roubos. Algumas placas falsificadas são grosseiras, com tinta fraca. Já outras, tinham alta qualidade, sendo difícil identificar a fraude. O grupo também desviava ou furtava placas de empresas que fazem a fabricação oficial. Os documentos falsificados também eram de boa qualidade, dificultando a identificação. 

“Eles tinham uma base, um imóvel só para fazer as placas, e outra casa só para a confecção dos documentos, então mostrou ser um grupo bem articulado nessas atividades”, disse o delegado. Durante as investigações da polícia, o grupo chegou a migrar para cidades do interior, principalmente para Anápolis, onde, segundo o delegado, “tinham toda estrutura para fazer essas alterações”. Foram apreendidos sete carros. Destes, dois já foram identificados como roubados. “Todos os carros apreendidos são periciados e, assim que identificarmos o proprietário, vamos entrar em contato”, disse o delegado. Em Anápolis, um dos presos foi Hitallo Vinicius que reside na “Mansão Black” casa no parque Brasília onde já foram realizadas várias festas.

Deixe seu comentário abaixo

Notícias Relacionadas